A Comunicação Integrada

Arquivo por Autor

escrevendoAcaba por aqui o último post obrigatório deste blog. Se já não comentei no dia de seu nascimento, ou ao longo de sua pequena trajetória, esta página foi criada por motivos pressionados. Brincadeira! No 4° semestre de propaganda e marketing da FAAP, tivemos uma disciplina chamada: Novas Tecnologias da Comunicação. Sei que este recado deve se referir ao blog em si, mas devo comentar que com esta matéria adquirimos um repertório muito valioso para seguirmos em frente nesta profissão. Foi por um lado estranho e confuso ouvir o prof. Eric falar sobre sistemas que estão tão presentes em nosso dia-dia atual, mas ao mesmo tempo ainda tão desconhecidos. Através das aulas, foi possível entender melhor como funciona esta era digital em que vivemos, em que o publicitário principalmente, precisa viver antenado e procurar em outros nichos a criatividade.

Todo este jogo de conhecimento foi feito não só em sala de aula, mas juntamente com o próprio blog. Fizemos pesquisas buscando estes novos termos e serviços que a intenet oferece, e aprendemos muito fuçando neste universo; confesso que chegou a ser até cansativo, pois este tema é tão abordado hoje em dia, que parece que a cada segundo uma coisa é criada, e sufoca. Parece que estamos sempre falando do mesmo assunto.

Fiquei agradecida com a proposta. Achei-a muito interessante e válida num processo de curso desta área que estudamos. É preciso ver como funciona o meio virtual na prática, e para isto, é preciso estar nele. Através dos blogs, estamos, ou pelo menos nos sentimos conectados, linkados com o resto do mundo, podendo tratar de qualquer assunto, em tempo real.

Descobri, portanto, ao longo destes 4 meses de projeto, que é essencial estar por dentro deste meio, e me sinto leve em poder escrever mais ou menos do jeito que quiser, sobre mais ou menos o que quiser. Bom! Agora, isto será possível… Não seremos mais obrigados a postar e a receber o tal e-mail “tarefa da semana”, mas para mim, o “Comunicação Integrada”, será apenas um começo.

Claro que existem por aí muitos blogs interessantes, que comentam assuntos fundamentais e resumem notícias realmente novas que ficamos sabendo as vezes, pelo próprio blog. Isso é muito legal, pois os blogueiros podem navegar nas páginas que gostar mais e até compartilhar informações e criar debates. Sendo assim, seleciono abaixo 3 blogs que considero interessantes, que costumo dar uma olhada sempre que possível. São eles:

1) 30 Segundos – o blog 30 segundos traz notícias sobre o mundo publicitário, entre campanhas, fatos etc de certa forma humorada e resumidamente, incluindo na maioria das vezes os vídeos de tal assunto. Site: http://www.30segundos.com.br/

2) Adivertido – o blog adivertido também traz novidades do mundo da publicidade, é semelhante ao blog acima, mas também é interessante visitá-lo para estar atualizado e verificar campanhas. Site: http://www.adivertido.blogspot.com/

3) Interney – o blog interney não poderia faltar, pois trata de assuntos novos também, mas de forma mais bem explicada e exemplificada, e seu autor é muito inteligente, e se preocupa em repassar a informação da melhor forma possível. Lá você encontra diversos assuntos, não só referentes a publicidade, mas qualquer tipo de novidade considerada essencial. Site: http://www.interney.net/ 

Vale conferir!


qrcodePois é. A evolução chegou até os códigos de barras. O código QR (Quick Response), criado pela empresa japonesa Denso-Wave, vem aos poucos substituindo o código padrão, assim como já ocorre no Japão. Trazem o código novo, ainda só as embalagens vindas de países como a China, mas com a exportação dos produtos globais, ajudará na popularização deste código. Muitas empresas no Japão e no Eua estão usando o código QR nas embalagens de produtos para armazenar o endereço de sites. Isto permite que o consumidor acesse o site sobre um produto durante as compras no supermercado, utilizando um celular com acesso à internet. E, por exemplo, o celular Nokia N95 já vem equipado com o software para a decodificação do código QR.

Este código tem sido utilizado para a distribuição de informações de contato, pois não é necessário um leitor apropriado. O código QR permite armazenar mais informações do que o próprio código de barras comum. Estes dados ficam guardados em uma imagem repleta de pontos pretos.

Outra utilização do QR seria em revistas, jornais, livros, panfletos ou qualquer material impresso. Até um outdoor poderia ter um código QR para ser lido no celular.

Um exemplo de ação de comunicação original que fez uso do código QR foi a empresa Fast Shop, veiculada no caderno link do Estado de São Paulo, em dezembro de 2007. A peça anuncia um aparelho de celular e no canto direito traz a imagem do código QR. Ao fazer a leitura com o celular, o código leva para um link, onde terão mais informações sobre ofertas de outros produtos. Isso acaba sendo interessante também do ponto de vista publicitário, pois podemos inovar mais ainda tecnologicamente a forma de mostrar os produtos e suas características.

Alguns sites e blogs publicaram detalhadamente a “novidade”:

http://www.messa.com.br/eric/ecode/2007/06/cdigo-qr-evoluo-do-cdigo-de-barras.html

http://neosite.ilogic.com.br/dicas/2008/07/codigo-qr-para-acessar-sites.html 

imagesA fusão entre os grandes bancos do país Itaú e Unibanco, que ocorreu há poucas semanas agitou bastante o mercado publicitário. As contas das instituições e de seus diversos produtos financeiros estão até agora com a África, DM9DDB e DPZ (Itaú) e F/Nazca S&S (Unibanco). Ambos também investem em patrocínio de esportes e cultura. Ainda não se sabe ao certo, mas por enquanto, os dois casos preferiram continuar do jeito que estão com suas contas entre estas agências, embora o quadro possa mudar, se uma marca prevalecer sobre a outra. Antes de tomar qualquer decisão, a intenção é fazer pesquisas de mercado e análises técnicas. Tentar entender melhor de que forma os clientes se relacionam com cada marca, e agora, com elas unidas.

Para o ano que vem, uma vez concretizada a fusão e definido o novo portifólio de produtos, o esperado é que o Itaú Unibanco defina com mais clareza as diretrizes de sua comunicação.

sosa2Blogagem coletiva. Termo meio estranho não? Já que o próprio ato de estar na internet e postar implica no coletivo, colocar sua forma de expressão na página para que qualquer internauta veja. Enfim, este termo quer dizer concentrar reflexões e pontos de vista, podendo os “participantes” concordarem ou não com aquela abordagem, sendo ela crítica. Digamos que seria um “debate” virtual, e como os blogs tem inúmeras utilidades, como já foi visto tanto para a imagem de uma empresa quanto apenas para deixar registrado um pensamento, muitas vezes esta blogagem coletiva serve para uma boa causa! Como por exemplo formar um grupo para refletir sobre os cuidados com o meio ambiente, e um movimento interessante que ocorreu no mês passado no Brasil, que ficou conhecido como Outubro Rosa.

A iniciativa nasceu nos EUA, há 10 anos,  com o intuito de conscientizar as mulheres sobre a importância de detectar precocemente o câncer de mama realizando a mamografia. Este é o primeiro ano da campanha no Brasil, que andou fazendo bastante barulho e chamando a atenção da população para a causa. Com o movimento, foram criados elementos que realmente chamaram a atenção para esta campanha: colorir de rosa monumentos e pontos turísticos importantes do país, como o Memoria JK e o Teatro Ópera de Arame e, com isso, ganhar mídia para a causa. A movimentação que rolou na tal da “blogosfera” em favor da causa foi um sucesso. Um movimento espontâneo iniciado pela Sam Shiraishi junto com a Kaká, que acabou se tornando uma blogagem coletiva.

Essa campanha mostra que não é preciso mais que uma boa causa para mobilizar as pessoas e fazer barulho na Web. Muita gente se identificou com o tema, já conviveu de alguma forma com a doença e, nessa hora, a solidariedade e a união pelo bem fala mais alto. É muito importante utilizar o blog para assuntos como este, ajudando as pessoas e o país, passando informações sérias e conscientizando a população.

              melhorbolo_fatia_e          O Melhor Bolo de Chocolate do Mundo é uma empresa portuguesa que iniciou sua história em 1987 e veio para o Brasil ano passado trazer uma novidade. A receita de seu famoso bolo que tem como diferencial a substituição da farinha e do fermento por merengue de chocolate, variando entre os sabores “tradicional doce” (53% de cacau) e “meio-amargo” (70% de cacau).

            Após o grande sucesso com sua loja na Rua Oscar Freire, uma nova unidade foi recentemente inaugurada na Rua Alagoas, frente à FAAP prometendo êxito entre o público jovem.

            Pensando em divulgar esse novo conceito em confeitaria, seria interessante uma abordagem virtual, voltada para as redes sociais. Primeiramente, consideramos importante a realização de um primeiro contato com o público local (por exemplo, os alunos e funcionários da FAAP) via e-mail, convidando-os a ir até a loja degustar a novidade.

            Paralelo a essa iniciativa, a marca deveria estar presente nos principais sites de relacionamentos do Brasil como, por exemplo, o Orkut no qual teria uma comunidade para os amantes do bolo, incluindo tópicos com possíveis inovações e promoções.

            Uma terceira aposta seriam links patrocinados (Adwords) para que a marca aparecesse em primeiro lugar nas pesquisas que possuíssem palavras tais como “bolo” e “chocolate”.

A loja “segue os rigorosos métodos de qualidade e preparo artesanal da matriz portuguesa, usando os mesmos ingredientes, inclusive importando com exclusividade o mesmo chocolate”. Portanto, fica aqui nossa dica e não tem desculpa para não provar, pois eles contam com serviço de entrega a domicilio em toda Grande São Paulo.

Visite o site: www.omelhorbolodechocolate.com.br e bom apetite!

Como já foi dito antes, gostaria de comentar melhor como é importante que tanto um profissional de comunicação, como qualquer empresário deve estar por dentro dos novos meios e saber usufruir dele da melhor forma possível para seus negócios e construção de sua imagem, cada vez mais conhecendo e se aproximando da sociedade. Hoje em dia, podemos dizer que não vivemos mais na era da imagem, em que ela era só de toda importancia. Embora, as pessoas tenham reduzido sua forma de se comunicar, tendo cada vez menos textos inclusos. Hoje, o que predomina é o que chamamos de “a era da exposição”, devido ao advento das mídias digitais, pessoas fornecendo e recebendo informações simultaneamente, o blog, que faz com que nós estejamos sempre em contato com outros internautas e formas de expressão, e todas as redes sociais, que proporcionam cada vez mais interatividade e envolvimento entre a interface e os seres humanos.

Afinal, a todo momento estamos expostos ao mundo virtual, a internet, qualquer pessoa poderá ficar sabendo dos assuntos que estamos comentando em tal site, em tal blog. Devemos também tomar cuidado com isto, para esta exposição que tende a ser positiva, não se tornar negativa e denegrir imagens.